Publicado em 18 de abril de 2017 às 10:12

HU inicia Pesquisa de Satisfação dos Usuários em maio

A iniciativa avalia a opinião dos cidadãos visando melhorias no atendimento

O Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados realizará, por meio de sua Ouvidoria, o primeiro ciclo do ano da Pesquisa de Satisfação dos Usuários, no período de 2 de maio a 9 de junho de 2017. Já é o quarto ano em que a instituição aplica a consulta, que é um dos meios de os cidadãos que fazem uso do hospital participarem da avaliação dos serviços prestados.

As entrevistas com os participantes ficam a cargo da Ouvidoria, por seu caráter pedagógico, instrumental e estratégico dentro do hospital. Serão consultados usuários nas áreas de internação e ambulatorial usando o formato de amostragem por proporções. Assim, no HU-UFGD serão entrevistados 592 usuários, sendo 353 de atendimentos ambulatoriais e 239 pacientes internados.

A pesquisa avalia o tempo de espera, a estrutura e o atendimento, visando contribuir para a qualidade dos serviços prestados ao cidadão, além de cumprir o Decreto 6.932/2009, que assegura a participação do usuário na avaliação dos serviços realizados pelos órgãos públicos federais.

A iniciativa

A Pesquisa de Satisfação dos Usuários dos Hospitais Universitários Federais é uma iniciativa da Ouvidoria Geral da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e tem por objetivo avaliar a percepção de satisfação dos usuários dos hospitais sob sua gestão, com vistas ao aprimoramento da qualidade do atendimento.

A medida será aplicada simultaneamente em 33 hospitais (HU, HC ou Maternidade) cuja gestão é de responsabilidade da Ebserh.

A Ebserh é uma estatal vinculada ao Ministério da Educação, que atualmente administra 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

No HU-UFGD, mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3410-3001.

Tópicos

Comentários