Estrutura para a captação dos órgãos está sendo montada no Hospital da Vida. (Foto: Arquivo / MS em Foco)

O coração de um adolescente de 17 anos, morador em Laguna Carapã que teve morte cerebral depois de sofrer um acidente de moto, será doado e implantado em um paciente em São Paulo.

Esta será a primeira captação de coração feita no município e também serão aproveitados os rins, as córneas, fígado e pâncreas.

De acordo com o secretário municipal de Saúde de Dourados, o médico Renato Vidigal, uma equipe formada por pelo menos 11 profissionais, sendo grande parte médicos, chega na tarde desta quarta-feira na cidade para fazer a captação.

“Como vamos aproveitar o coração, o tempo de captação é muito curto, já que em pelo menos três horas, o órgão deverá estar sendo implantado em outro paciente, então serão equipes distintas e os órgãos irão em voos separados, por isso virão duas aeronaves da Força Aérea Brasileira”, disse o secretário.

O Centro Nacional de Transplante informou que o procedimento será realizado, mas não sabe ainda quantos pacientes serão beneficiados com a doação. Eles confirmaram também que a equipe do INCOR de São Paulo chega à Dourados as quatro e meia da tarde.

Toda a estrutura necessária para a captação dos órgãos está sendo montada no Hospital da Vida e a estratégia para o rápido deslocamento da equipe entre a aeroporto e o hospital e do hospital para o aeroporto já foi preparada.