Elias Ishy durante reunião sobre o seminário. (Foto: Assessoria)

O Fórum Áreas Verdes e Qualidade de Vida realizou uma reunião na semana passada, tendo como pauta a discussão e aprovação da proposta de Seminário em Dourados com a proposta de debater a política do Poder Público Municipal para as áreas verdes e a situação atual desses locais, como parque e praças.

O grupo aprovou a data de realização do Seminário para os dias 20, 21 e 22 de março e está finalizando a programação, que contará com oficinas temáticas e atos de sensibilização da sociedade sobre a importância e defesa desses espaços. Antes do evento ainda estão previstas atividades de mobilização, como nos Parques Antenor Martins – no Flórida e Victello Pellegrini – no Novo Horizonte . Todos estão convidados a participarem das ações, segundo os organizadores.

A ideia do Fórum surgiu no ano passado após uma provocação de um grupo de professores, que realizam trabalho de educação ambiental no Antenor Martins, a Comissão de Meio Ambiente da Câmara, que tem como presidente o vereador Elias Ishy (PT). O desejo era a de envolver pessoas da sociedade que tivessem interesse no assunto para a promoção de políticas públicas que viabilizem a revitalização e preservação dessas áreas.

O grupo ressalta nos relatos a importância da mobilização popular para cobrar da administração municipal uma saída, principalmente diante do descaso e dos conflitos pela expansão urbana.  Nos parques municipais, segundo o vereador, há possibilidade de manutenção do equilíbrio e da saúde, além das oportunidades de trocas culturais. O professor Adeir Archanjo reafirma que a situação é grave não só ao meio ambiente como a saúde pública. Segundo ele, essas áreas colaboram na luta contra depressão e ansiedade e pede atenção pela falta desses espaços, já que estarmos em uma região com a lto &iac ute;ndice de suicídio no Brasil.