A agência que tem uma grande movimento será fechada em breve. (Foto: Antonio Coca)

A informação de que a agência do Correios instalada no núcleo comercial da UNIGRAN no Jardim Universitário em Dourados será desativada está causando insatisfação para os moradores da região. O local é bastante movimentado e todos os dias centenas de usuários procuram a agência para postagens e outros serviços oferecidos pela agência.

Por estar localizada em uma área densamente povoada e praticamente sem postos e serviços com exceção de uma cooperativa de crédito ao lado do Correios a fechamento da agência vai obrigar os moradores a se deslocar ao centro da cidade para fazer os serviços que são prestados no local.

Desde a semana passada os funcionários da agência estão comunicando os clientes que o atendimento em breve e que a partir daí eles deverão procurar outros locais e o Correios na região central para fazer as postagens, pagamentos de alguns boletos, saques e até transferências bancárias.

De acordo com a direção da empresa em todo o Brasil serão fechadas 161 agências até o dia 5 de julho. A direção nacional do Correios informa que a medida “readequação da rede de atendimento e da força de trabalho e que o atendimento será absorvido por outras agências próximas, sem prejuízo da continuidade e da oferta de serviços e produtos”.

A maioria das unidades que serão desativadas ocupa imóveis alugados e está próxima de outras agências.

Os empregados dessas agências serão transferidos para outras unidades com vagas em outros municípios ou poderão optar pelo reenquadramento de atividade.

Quem for atendente comercial das agências que serão fechadas pode pedir transferência para o cargo de carteiro, segundo comunicado interno dos Correios.

Outra opção aos atendentes comerciais é aderir ao Plano de Desligamento Voluntário (PDV) anunciado este mês, cujas inscrições vão até 12 de junho.

Além da agência UNIGRAN, no Mato Grosso do Sul serão fechadas mais duas em Campo Grande.