Os ribeirinhos esperaram por horas pelo resgate. (Foto: Divulgação)

Policiais do Grupo de Policiamento Aéreo – GPA – da Polícia Militar, foram mobilizados no começo da tarde dessa segunda-feira (8), para resgate de duas pessoas em pleno Pantanal na região do Taquari. Um idoso com intensa hemorragia interna a partir de problemas na próstata e uma idosa com braço fraturado há três dias, não tinham como chegar a Corumbá por conta das chuvas, cheia e vegetação trancando rios e canais.

O Corpo de Bombeiros de Corumbá foi acionado para resgate e transporte das pessoas, mas sabendo das dificuldades na região, os socorristas acionaram o GPA em Campo Grande. A equipe de socorro e resgate foi para o Porto Doná, onde as vítimas, embora de localidades diferentes, haviam conseguido chegar em barcos.

Tanto a idosa como o idoso estavam em estado crítico e foram levados para o hospital de Corumbá. De acordo com o Bombeiro Arguelho, que participou do resgate, em situação normal a viagem de barco até Corumbá duraria no mínimo 12 horas.

Por rodovia a viagem seria em tempo menor, mas a cheia na região interrompe o tráfego rodoviário e plantas aquáticas impedem a navegação. Com isso, a única condição de socorro era com helicóptero, o que foi realizado através do GPA.