O deputado empenhou recursos para a reforma das escolas. (Foto:Arquivo)

O deputado João Grandão e o o Prefeito de Laguna Carapã, Itamar Bilibiu, inauguraram em Laguna Carapã, no dia 19 de abril, as novas instalações das escolas municipais indígenas Guaimbé Peri e Rancho do Jacaré. Os recursos para as obras foram liberados através de emenda parlamentar do deputado João Grandão e o município garantiu contrapartida.

Com a reforma e ampliação das unidades, os alunos terão melhores condições de estudo e um espaço adequado para a alimentação. Na escola Guaimbé, os recursos garantiram a construção de quatro salas de aula. Já a escola Rancho Jacaré, além de ter uma nova sala de aula, agora conta um refeitório.

Durante a inauguração, João Grandão falou sobre a importância de trabalhos como esses, que contribuem para um ensino público de qualidade. “Investir em políticas públicas para a educação no presente abre o horizonte para um futuro melhor, pois a escola é o meio de transformação”, disse.

“Essas emendas são fruto de um trabalho integrado e incansável de equipe e de um diálogo constante com os prefeitos, secretários, vereadores, educadores, movimentos sociais, assentamentos, comunidades indígenas e sociedade civil como um todo”, completou.

Agradecendo aos investimentos feitos no município, o prefeito Itamar Bilibiu,elogiou o empenho do deputado João Grandão para reformar as escolas, e aproveitou para destacar a importância dos investimentos no setor. Participaram da solenidade Doreli Portela, vice-prefeito; Vera Bilibiu, Secretaria de Assistência Social; Sadi Carlesso, diretor de esporte; Neyde Veron, Secretaria de Desenvolvimento; além de lideranças da região.

O trabalho do deputado João Grandão tem contemplado diversos setores, e no município a área da saúde também foi contemplada com emendas parlamentares. Graças ao empenho do mandato, o hospital municipal de Laguna Carapã recebeu desfibrilador externo automático – bifásico, monitor de sinais vitais, mesa de cabeceira aberta, mesa de cabeceira fechada, oxímetro de pulso de mesa; bomba a vácuo aspiradora de secreção e um oxímetro de dedo.

“Diversos equipamentos ainda foram disponibilizados para que esta unidade possa cumprir o seu papel de ser resolutiva e contribuir para evitar o deslocamento de muitos pacientes para a capital”, explicou