Uma reunião reunião na tarde de sábado, dia 17,  com a presença do Cabo da PM – Edmar Soares, o vereador Robert Ziemann (PDT), presidente da Assema Jesú Guimarães, com policiais militares de Maracaju, os mesmo confirmaram que foi adiada a entrega das chaves da cadeia pública do município ao juiz  que estava marcada para segunda feira, 19.

Os policiais militares estiveram na reunião onde ouviram o representante da Associação de Cabos e Soldados do Mato Grosso do Sul e ficou marcado para terça-feira, dia 20, na Sejusp (Secretaria Estadual de Segurança Pública MS), uma reunião com secretário Wantuir Jancini que se propôs a fazer um acordo em um prazo curto de 4 meses.

Segundo os policiais para suspensão já ficou acordado que nesse período haverá formação de pessoal na Agepen que deverá ser encaminhado a Maracaju e conclusão de novos presídios no Estado para transferir presos do município.

A princípio, os policiais suspenderam a entregas de chaves até o encontro com secretário Wantuir Jancini.

A cadeia pública de Maracaju é a única do Estado que está no centro da cidade dentro do Comando da Policia Militar, as celas que servem para abrigar 24 presos é ocupada por um total de 84 na última contagem dos presos.

Além da vinda da Agepen ao município, policiais também reclamam do pouco numero e policiais que existe hoje para tomar conta de quase 50 mil habitantes.