Acompanhando a tendência nacional, a prefeita Délia Razuk anunciou na manhã desta segunda-feira (06) o início do processo de flexibilização das restrições impostas ao comércio, visando ao combate da pandemia do coronavírus.

De acordo com a prefeita de Dourados, as medidas ora adotadas ainda mantêm o foco no combate ao contágio do vírus, mas passa a permitir, com restrições sanitárias, a atividade econômica.

“Não há aqui a predominância de qualquer postulante, mas a reunião de entendimentos que nos permitem ajustar o funcionamento do comércio e serviços com a prevenção do contágio”, disse a prefeita em mensagem gravada para a página da prefeitura na rede social.

Délia Razuk disse também que é importante ressaltar que a pandemia existe e a conscientização é a única forma de prevenção eficiente, sendo obrigação de cada cidadão o cumprimento das cautelas, ou seja, higiene pessoal, ausência de contato físico e menor circulação possível.

“Nossas medidas podem ser ajustadas a qualquer momento e poder sem endurecidas novamente se não houver o tão necessário comprometimento social”, alertou a prefeita.

NOVO DECRETO

O assessor de gabinete da prefeitura, Alexandre Mantovani, explicou que novo decreto autoriza o funcionamento do comércio, mas com algumas restrições, devendo ser observadas premissas básicas, como evitar aglomerações, por exemplo.

Os estabelecimentos deverão funcionar com 30% da sua capacidade de atendimento e manter espaçamento de 2 metros entre as pessoas, além de disponibilizar produtos para a assepsia, como álcool em gel e outros.

O toque de recolher está mantido, sendo vedada a circulação no horário entre 22h e 5h. As aulas nas redes pública e privada continuam suspensas.

A íntegra do novo decreto pode ser conferida na edição desta segunda-feira do Diário Oficial do Município, no site www.dourados.ms.gov.br