Prefeita Délia Razuk manifesta preocupação com o comércio e reforça que seguranças das pessoas é prioridade.(Foto – Reprodução/Assecom)

Em mensagem gravada para redes sociais na manhã desta terça-feira (veja na página a prefeitura no Facebook), a prefeita Delia Razuk reafirmou a manutenção do decreto que veda a abertura do comércio e impõe toque de recolher em Dourados como medidas de prevenção ao contágio pelo novo Coronavírus, o Covid-19.

Délia lembrou que as demandas são muitas, com alguns querendo a flexibilização da atividade comercial, outros defendendo o fechamento total e avaliou que “todos os pedidos são baseados na necessidade de cada postulante, porém, cabe ao poder público a responsabilidade de encontrar a melhor solução”.

A prefeita disse também que tem sido informada sistematicamente da evolução da pandemia e destacou o trabalho dos profissionais que estão atuando nas questões que envolvem a crise. “Temos trabalhando conosco, profissionais do melhor gabarito, interpretando tecnicamente as questões que envolvem essa crise”, apontou.

Para a prefeita de Dourados, o fechamento do comércio foi “uma triste realidade”, assim como a flexibilização foi realizada buscando manter o fornecimento e abastecimento dentro da regularidade, com o menor impacto possível na vida das pessoas.

Délia manifestou ainda preocupação com o setor produtivo do município, mas reforçou que a segurança das pessoas é a primeira prioridade. “Salvar vidas é nosso maior objetivo”, afirmou a prefeita.

Por fim, a prefeita de Dourados fixou o dia 7 de abril como nova data para análise da questão do fechamento do comércio e anunciou que a fiscalização será intensificada para garantir o cumprimento das restrições constantes do Decreto 2.480 de 23 de março.