Do rústico a obra de arte: palestra revela o uso de rochas regionais no design

-

No dia 18 de junho, os acadêmicos do curso de Design de Interiores da UNIGRAN tiveram uma experiência enriquecedora com a palestra da Drimo Stone sobre o uso de rochas regionais como material ornamental. O evento proporcionou uma imersão no fascinante processo de transformar pedras rústicas em peças únicas de design, destacando a autenticidade e a singularidade que a natureza oferece.

A palestra foi conduzida por Ana Paula de Carvalho, fundadora da Drimo Stone, que compartilhou sua trajetória e experiência na utilização de pedras do Mato Grosso do Sul para criar obras de arte.

“Trabalhar com a pedra é entender e valorizar a essência da matéria-prima. Cada pedra tem uma história e um potencial únicos que podem ser integrados ao design de interiores de formas surpreendentes”, afirmou Ana Paula.

Os acadêmicos puderam entender como a Drimo Stone transforma pedras que seriam descartadas pela indústria de mineração de calcário em peças, como cubas, pedras de lago e fontes. Ana Paula explicou que a ideia surgiu ao observar o potencial dessas pedras não utilizadas, enxergando nelas uma matéria-prima valiosa para o design.

Nathieli Keila Takemori Silva, coordenadora do curso de Design de Interiores, ressaltou a importância do evento para os estudantes. “É crucial que os acadêmicos compreendam as diversas áreas de atuação que podem explorar. A Drimo Stone mostrou que, ao olhar para os arredores e utilizar a matéria-prima local, é possível criar peças de design inovadoras. Isso é o que queremos incentivar: a percepção do potencial dos materiais disponíveis”, destacou.

Ana Paula, que é ex-aluna da UNIGRAN, expressou sua satisfação em retornar à Instituição para compartilhar seu conhecimento. “Foi uma honra voltar à UNIGRAN e poder mostrar aos futuros designers o valor e a beleza das pedras regionais. É gratificante ver como os alunos se interessaram e se inspiraram pelo nosso trabalho com a pedra”, disse.

O uso de rochas como material de design apresenta desafios, principalmente devido ao peso das pedras. Ana Paula explicou as técnicas desenvolvidas para tornar peças como cubas mais leves e manejáveis. “O maior desafio é a própria gravidade, mas com as tecnologias atuais e a expertise da equipe, superamos essas barreiras”, afirmou.

Por outro lado, as vantagens são significativas. Utilizar rochas regionais não apenas valoriza a cultura e a economia local, mas também oferece ao mercado de design peças únicas e autênticas. “Criamos um restaurante decorado com detalhes em pedra, algo que normalmente só se vê em grandes centros urbanos. Isso valoriza nossa região e oferece aos clientes uma experiência única”, destacou Ana Paula.

O evento foi uma oportunidade para os acadêmicos expandirem suas perspectivas e se apropriarem de novas tecnologias e materiais. “Queremos mostrar aos estudantes que é possível transformar materiais não convencionais em elementos de design inovadores”, afirmou a coordenadora Nathieli. “Essa inovação é o que buscamos incentivar”, reiterou.

Com o sucesso da palestra, fica claro que o futuro do design de interiores pode ser significativamente enriquecido pela integração de materiais regionais e pela exploração de novas possibilidades criativas. A Drimo Stone e sua abordagem inovadora servem como uma inspiração para os futuros profissionais do design.

plugins premium WordPress