O Governo do Estado publicou no Diário Oficial (DO) avisos de resultados de licitações, realizadas pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), para execução de obras e elaboração de projetos de engenharia em infraestrutura viária, totalizando investimentos de R$ 32 milhões.

Foi licitada (vencedora a empresa Engepar Engenharia) a duplicação da rodovia MS-156, que dá acesso ao Distrito Industrial de Dourados. A obra, no valor de R$ 25,2 milhões, integra o pacote de investimentos lançado pelo governador Reinaldo Azambuja para o município, dentro do projeto Governo Presente. Consiste na melhoria e adequação da capacidade de tráfego, segurança e drenagem da rodovia, numa extensão de 7,3 km.

Também foi concluída a licitação para implantação de uma passarela de pedestre na MS-156/entroncamento com a BR-163, para atender ao Núcleo Industrial de Dourados. A obra custará R$1 milhão e será executada pela empresa A&A Construtora e Incorporadora Eireli.

Pavimentação da MS-352

A licitação da execução de obras de infraestrutura urbana (recapeamento asfáltico nas ruas Giovani Toscano de Brito, Cândido Mariano, Marechal Malet e Visconde de Taunai), no município de Aquidauana, teve como vencedora a VTG Empreendimentos, Locações e Serviços Eirelli, no valor de R$ 3,7 milhões.

O serviço de restauração funcional do pavimento (recapeamento) de diversas ruas em Inocência, no valor de R$ 1 milhão, terá como contratante a empresa Avance Construtora Eireli.

O resultado da licitação para execução da pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais e adequação hidráulica na MS-395, em Bataguassu, no valor de R$ 252 mil, apontou como vencedora a empresa Águia Construtora

Cumprindo compromisso com a região, o Estado licitou a elaboração do projeto executivo de engenharia, com estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, para implantação e pavimentação asfáltica da MS-352, entre os entroncamentos com a BR-262, MS-355 e MS-080, até a Ponte do Grego, sobre o Rio Aquidauana. A obra situa-se entre os municípios de Terenos e Aquidauana. O projeto será elaborado peoa empresa D. dos Santos Pereira Eireli, ao valor de R$ 544 mil.

A Agesul também definiu a contratação da empresa JF Engenharia de Estruturas para elaborar o projeto executivo de engenharia, estudos e orçamento para recuperação/reconstrução de contenção e aterro de acesso da ponte de concreto sobre o Rio Miranda (MS-184), na comunidade denominada Passo do Lontra, em Corumbá. O projeto será elaborado no prazo de 60 dias, ao custo de R$ 61,9 mil.