Sartori pede pra sair. Outros devem seguir o mesmo caminho

-

Na tarde desta quinta-feira (12) a prefeitura de Dourados através de uma nota confirmou a saída do ex-secretário de Governo e Gestão Estratégica e assessor especial Henrique Sartori do Prado. Desde o final da semana passada o decreto de exoneração dele estava nas mãos do prefeito Alan Guedes (PP) que tentou de várias formas demover o amigo de longa data da ideia de deixar a administração.

O MS EM FOCO procurou a assessoria de Comunicação que disse desconhecer o fato e secretários municipais ouvidos pelo site disseram que isso era uma decisão pessoal de Sartori. Já o ex-secretário retornou a ligação do site, mas o contato não foi possível.

De acordo com o que foi apurado, a saída de Sartori teria sido em meio a uma crise com o prefeito Alan Guedes e que outros componentes da atual administração também estaria de saída. Ontem o secretário adjunto de Saúde Edvan Marcelo anunciou que estava deixando o cargo. O ato de exoneração dele e a nomeação de Márcio Grayck como substituto devem sair junto com o decreto de exoneração de Sartori.

Leia na integra a nota da prefeitura de Dourados:

A Prefeitura de Dourados informa que a partir desta quinta-feira (12) o assessor especial, Henrique Sartori do Prado, deixa suas funções na Administração Municipal. Antes de ocupar o cargo de Assessor Especial, Henrique Sartori ocupou o cargo de Secretário de Governo e Gestão Estratégica.

Com sua enorme capacidade técnica, Sartori foi um dos principais responsáveis por fazer todo o trabalho de transição de governo da antiga para a nova gestão municipal. Já na Segov, desenvolveu junto com a equipe um trabalho primoroso de organização da máquina pública, criando protocolos e metodologias de gestão.

Foi personagem de destaque em toda concepção e condução do processo de financiamento internacional do Fonplata (Fundo de Financiamento para Desenvolvimento da Bacia do Prata), projeto em fase de finalização que vai revolucionar Dourados nos próximos anos com investimentos em infra-estrutura, educação, saúde, lazer, habitação, gestão e etc.

Importante destacar também que Sartori teve protagonismo na consolidação do PPA (Plano Plurianual) de Dourados, instrumento de planejamento governamental que estabelece as diretrizes, objetivos e metas da Administração Pública organizado em programas, estruturado em ações, que resultem em bens e serviços para a população.

Com uma articulação forte em Brasília, explorando bons projetos e aumentando a interlocução com a Bancada Federal, Sartori e o prefeito Alan Guedes conquistaram um recorde ao garantir para Dourados R$ 62 milhões em emendas federais, praticamente triplicando os valores conquistados entre 2017 e 2020 somados.

A saída de Henrique Sartori foi a pedido para se dedicar a projetos pessoais. Amigos de longa data, Henrique Sartori e o prefeito de Dourados, Alan Guedes, reafirmaram os compromissos de parceria dentro e fora da Administração Pública Municipal.