Teixeira encaminha Moção ao novo presidente da Acrissul

-

O deputado estadual e primeiro secretário da Assembleia Legislativa, Zé Teixeira, apresentou na sessão plenária desta quinta-feira (20/08), Moção de Congratulação à Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (ACRISSUL), nas pessoas de seu presidente anterior, senhor Francisco Maia, pela administração passada, desempenhada com excelência por duas gestões, e ao presidente atual, senhor Jonathan Pereira Barbosa, pela eleição e posse da nova diretoria, para o biênio 2015/2017, realizada, pela primeira vez na história da ACRISSUL, por consenso e aclamação da chapa única, denominada “Integração”.

“Parabenizamos a todos os associados, por que sabemos, além de tudo, que a produção e o agronegócio são a mola propulsora das riquezas do Estado, pela responsabilidade da produção agropecuária, da matéria prima que abastece o trabalho da indústria e para que o alimento chegue à mesa de nossos cidadãos”, afirmou Zé Teixeira.

O democrata ponderou também que “a importância do trabalho da administração anterior”, desempenhada por duas gestões por Francisco Maia, da eleição da Chapa “Integração”, por aclamação, e a posse da nova Diretoria, liderada pelo pecuarista Jonathan Pereira Barbosa, que a nova diretoria contará com membros dedicados à causa para reger os destinos da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul – Acrissul, no biênio 2015-2017”, ressaltou Teixeira.

84 anos de ACRISSUL

Em 15 de janeiro de 1931, nascia o “Centro dos Criadores do Sul de Mato Grosso”, por iniciativa do Tenente César Bacchi de Araújo, revolucionário de 1930, que foi Prefeito – interventor de Campo Grande no curto período de 02/12/1930 a 19/01/1931.

A solenidade ocorreu na Rua 14 de Julho (antiga João Pessoa), na sede da Associação Comercial, sendo seu primeiro Presidente o Dr. Dolor Ferreira de Andrade.

No mesmo ano, no dia 25 de agosto, em Sessão Extraordinária foram aprovados os Estatutos do Centro, que continha 38 artigos, em 8 capítulos, e registrado no Cartório do 4º Ofício

Três anos mais tarde, acontece a 1ª Feira Agropecuária de Amostras de Mato Grosso, realizada no Pátio do Colégio Osvaldo Cruz. Não era apenas Agropecuária, a pequena indústria do Estado expôs vários produtos com bebidas de Corumbá, artefatos de couro, redes e artesanatos de Cuiabá além dos produtos de Campo Grande e Três Lagoas.

Em 1934 ocorreu a Transformação do Centro dos Criadores do Sul de Mato Grosso em “Sindicato dos Criadores do Sul de Mato Grosso”, segundo Decreto Nº 19.770 de 19/03/1931, que depois, em 27 de março de 1944 foi transformado em “Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul.

A sigla “ACRISSUL”, que todos hoje conhecem, foi aprovada em agosto de 1974, em Assembleia Extraordinária, e em julho de 1979, conforme o Historiador e saudoso presidente Dr. Paulo Coelho Machado, “inicialmente, com a denominação de Exposição Agropecuária e Feira de Amostras de Mato Grosso. Depois, com a divisão do Estado, a Exposição Agropecuária de Campo Grande passou também a ser chamada com a abreviatura de ”EXPOGRANDE”.

plugins premium WordPress