Inscrições para vagas nas três áreas ficam reabertas até amanhã (12) e o pagamento da taxa pode ser feito até dia 23 de abril.

Profissionais das áreas médica, assistencial e administrativa que desejam concorrer a uma das 1.196 oportunidades disponíveis no concurso público nacional da Rede Ebserh ainda podem se inscrever. As inscrições foram reabertas hoje (11) e seguem até as 18 horas de amanhã (12) – horário de Brasília. O extrato da retificação foi publicado no Diário Oficial da União e os editais estão disponíveis no site da Ebserh. O pagamento da taxa correspondente ao cargo escolhido também foi alterado e pode ser feito até o dia 23 de abril.

Com vagas para 35 hospitais universitários federais, além da sede da empresa vinculada ao Ministério da Educação, a seleção pública oferta 338 vagas para médicos de 83 especialidades, 714 vagas na área assistencial e 143 vagas para a área administrativa. A novidade do concurso é o formato, dividido por região. Na nova configuração, o candidato pode escolher até três opções de unidades da Rede Ebserh para sua lotação, desde que haja o cargo correspondente.

Para o Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD), que é uma das filiais Ebserh, estão destinadas 23 vagas divididas entre as três áreas, da seguinte maneira: analista administrativo – especialidade Administração; assistente administrativo; fonoaudiólogo; técnico em Enfermagem; e médico, nas especialidades de Anestesiologia, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Cardiovascular, Clínica Médica, Ultrassonografia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Hematologia e Hemoterapia, Medicina do Trabalho, Medicina Intensiva, Medicina Intensiva Pediátrica, Neonatologia, Oftalmologia, Pediatria e Psiquiatria.

Os interessados devem fazer a leitura dos editais e inscrever-se on-line, por meio dos links: administrativa, assistencial e médica.

Desde setembro de 2013, o HU-UFGD faz parte da Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 39 hospitais e também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), financiado pelo MEC e pelo Ministério da Saúde, e que contempla ações em todas as unidades existentes no País, incluindo as não filiadas à Rede Ebserh.