Lia Nogueira lamenta falta de organização no modelo de vacinação contra a Covid-19

-

A vereadora Lia Nogueira (PP), acompanhou nesta terça-feira (27), o trabalho de imunização para aplicação da segunda dose da vacinação contra a Covid-19 em Dourados. Essa etapa do processo de vacinação é direcionada principalmente aos idosos, e está sendo realizada no Centro de Convivência do Idoso André´s Chamorro, localizado ao lado do Complexo Esportivo e de Lazer Jorge Antônio Salomão (Jorjão), no Jardim Água Boa. Conforme a vereadora do PP, apesar da proposta da Secretaria Municipal de Saúde de centralizar a aplicação da segunda dose em um único lugar justamente para facilitar o acesso do cidadão, o cenário visto no local foi de desorganização e desinformação, provocado principalmente pela falta de vacinas para atender toda a demanda de pessoas.

Lia Nogueira relata que filas enormes se formaram no entorno do local da imunização e os idosos ficaram expostos ao frio da madrugada e ao cansaço de horas a espera da liberação das senhas para a vacinação. “Quando cheguei aqui, percebi a falta de organização no esquema de vacinação da segunda dose da Coronavac, ao mesmo tempo em que faltava informação. Houve falha também no protocolo de atendimento, já que as regras de biossegurança da pandemia não foram cumpridas, nem tão pouco a lei que garante prioridade de atendimento aos idosos”, relatou Lia.

Ainda conforme a vereadora, alguns idosos chegaram ao local de vacinação por volta de 3h devido ao receio de ficar sem a vacina. A parlamentar também ressalta que algumas pessoas improvisaram, levando de casa bancos e cadeiras para aliviar o cansaço. Em contato com o secretário de Saúde interino de Dourados, Edvan Marcelo Morais Marques, a vereadora do Progressistas foi informada de que o problema foi provocado pelo número reduzido de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde nesta segunda etapa.

O secretário também relatou que, assim como outros municípios do país, Dourados recebeu apenas 200 doses da vacina e, como a imunização é feita em apenas 10 unidades básicas de saúde, a distribuição se tornaria inviável. Ele ressaltou, no entanto, que novas doses da vacina devem chegar a Dourados no próximo final de semana.

Na próxima sessão da Câmara Municipal, Lia Nogueira deve apresentar um requerimento, sugerindo ao município a implantação de um cronograma mais eficaz e ágil para a aplicação das doses da vacina, principalmente agora na segunda etapa da imunização.

Falta de segunda dose de vacina contra Covid preocupa Lia Nogueira.(Foto: Divulgação)

VEJA TAMBEM