Suspeito confessa assassinato de Dom Phillips e Bruno na Amazônia

-

O mistério sobre o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips pode estar perto do fim. A Polícia Federal investiga confissão feita por um dos suspeitos presos. Segundo fontes da Polícia Federal, as vítimas foram mortas, esquartejadas e tiveram os corpos incinerados. O suspeito informou aos policiais que não foi o “responsável pela execução”, mas que ajudou a esconder os restos mortais e mostraria o local aos policiais.

Na tarde desta quarta-feira (15), o suspeito foi levado pelos Federais para o possível local do desaparecimento. A expectativa é que ele indique onde o crime foi cometido. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a embarcação da Polícia Federal subiu o rio Itaquaí em direção a Atalaia do Norte (AM). Ainda conforme a reportagem, “o suspeito estava totalmente coberto, não sendo possível saber se se tratava de Amarildo Oliveira, o Pelado; seu irmão, Oseney de Oliveira, o Do Santos; ou outro suspeito.”

Fonte Correio Braziliense