Reunião entre empresários do Distrito Industrial, diretoria da Aced e vice-governador. (Fotos: Assessoria Aced)

Empresas instaladas no DID (Distrito Industrial de Dourados) apoiadas pela Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) se reuniram na manhã desta sexta-feira, dia 18, com o vice-governador e secretário da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) Murilo Zauith. Os empreendimentos querem o aumento na capacidade de geração de energia na área, com o objetivo de criar condições de ampliação das atividades.

O encontro foi na sede da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) em Dourados e contou com a presença de representantes de grandes grupos industriais. Eles reclamam que a baixa capacidade de produção energética, inviabiliza investimentos.

“Nós temos inúmeras demandas no DID, mas precisamos caminhar por etapas. Essa é uma das mais importantes. Ampliando a capacidade de geração de energia, vamos atender uma demanda que não é de uma única indústria, mas de várias que com este passo podem ampliar suas atividades”, afirma Eduarte Dias Leite, diretor da Aced.

O vice-presidente da Aced, José Tarso Moro da Rosa lembra que esta melhoria impacta outras empresas da cidade. “Melhorar as condições do Distrito Industrial significa gerar renda, atrair novos investimentos e isso fomenta a economia”, afirma.

O vice-governador ouviu as demandas dos empresários, acompanhado do novo diretor-presidente da Agesul, Luiz Roberto Martins de Araújo e do técnico Edmir José Bosso. Ele salientou a disponibilidade em buscar uma saída. “É uma demanda antiga das indústrias instaladas no Distrito Industrial e agora nós vamos ter a oportunidade de encaminhar para ter uma solução”, afirmou Zauith.

Os empresários do Distrito Industrial junto com a Aced vão colher as demandas que serão encaminhadas na próxima sexta-feira, dia 25, ao Governo do Estado, sendo a principal relacionada à intercessão junto à Energisa. A reunião será no DID.