Foto – ilustrativa

Até o início das aulas as crianças ficam em casa, aproveitando a folga boa e o descanso das férias. Atenção, pois o consumo de energia pode aumentar por causa da rotina diferente dos outros meses do ano, já que usam mais ares-condicionados, computadores, videogames, televisão e, em geral, também gostam de pensar no lanche com a porta da geladeira aberta.

Franceli Baião, tem 44 anos, é diretora de criação e mora com a família, de quatro pessoas, no bairro Jardim TV Morena. Ela conta que toma algumas medidas para não sair do controle.

“O verão reflete em um aumento de 30% na nossa fatura, como o calor é bem mais intenso neste período. Meus filhos ficam mais em casa nas férias, recebem os amigos e algumas vezes vão ao cinema ou shopping. Mas, apesar disso, tentamos manter os bons hábitos, como apagar as luzes, dar preferência para os ventiladores e banhos breves e mais frios. Se o ar estiver ligado sempre fechamos as portas, e quando viajamos tiramos tudo da tomada e deixamos a geladeira no mínimo”, contou Franceli.

Helier Fioravante, gerente Comercial da Energisa, alerta para importância na mudança do comportamento. “O consumo mais elevado pode variar em até 50% na fatura em caso de famílias que utilizarem em excesso alguns eletrodomésticos que são vilões, como o ar-condicionado e chuveiro elétrico. Além disso, não podemos esquecer que equipamentos mais antigos tendem a gastar mais do que os mais novos”, explica.

O gerente ainda esclarece que a variação de consumo por quilowatt hora, significa também uma maior ou menor incidência de carga tributária. “De 0 a 50 Kw/horas de consumo, o cliente não paga nada de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Se passar de 51% já paga 17% de imposto, além da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP). Então, além do aumento do consumo de energia também têm as tributações, que impactam diretamente no valor final da conta de energia”, ressalta.

A Energisa Mato Grosso do Sul preparou algumas dicas para economizar nessa época:

1. Use a ventilação natural e evite ao máximo ar-condicionado durante o dia.Quanto mais quente do lado de fora, mais o ar-condicionado precisará usar energia elétrica para manter a temperatura agradável dentro de onde está instalado. Se ainda assim precisar ligar, lembre-se de colocar a temperatura em 23º, além de manter as portas e janelas sempre fechadas quando ligado.

2. À noite, use a tecnologia a seu favor: programe o ar-condicionado para que ele desligue sozinho, de madrugada, após alcançar a temperatura desejada.Atenção para um cuidado muito importante: a manutenção do aparelho. Lavando o filtro uma vez por semana e contratando uma limpeza profissional do aparelho ao menos uma vez por ano, ele vai exigir menos do compressor e consumir menos energia.

3. Precisa pegar algo na geladeira? Escolher antes de abrir é importante.Quanto mais tempo fica aberta, maior é o consumo. Se a geladeira estiver instalada muito perto do fogão ou de janela por onde entre muito sol, a equipe da Energisa recomenda que se avalie a mudança de local. O calor faz com que o motor da geladeira consuma muita energia para manter o interior gelado.

Super dica: Para evitar o abre e fecha a toda hora durante as brincadeiras, vale deixar uma jarra com água e bastante gelo do lado de fora. Uma garrafa térmica grande, daquelas de piquenique, também pode ser muito útil neste período.

4. Não está jogando? Desligue a TV e o videogame.Videogames, computadores e aparelhos de TV devem ser desligados quando não estiverem em uso. No caso do computador, caso não seja possível desligá-lo totalmente, é importante ao menos desligar o monitor.

5. De dia, deixe o sol entrar!Evite deixar lâmpadas acesas durante o dia. Janelas, cortinas e persianas abertas deixam entrar luz natural e renovam o ar do ambiente. À noite, procure acender somente as lâmpadas necessárias.

6. Promova atividade com as crianças que não exigem uso de energia.Atividades como pular corda, pular elástico, pique-esconde, pega-pega, natação e bicicleta trazem benefícios adicionais: além da economia de energia, favorecem a socialização e a saúde, ao colocar o corpo em movimento.