Em Dourados, serão realizados dois atos organizados pelo Comitê Regional de Defesa Popular.
(Foto: SIMTED Dourados)

Em assembleia no SIMTED, na tarde desta quinta-feira (6), profissionais da educação das redes Municipal e Estadual de Ensino de Dourados (MS) deliberaram a favor da Greve Geral da Classe Trabalhadora, que acontecerá em todo o Brasil na próxima sexta-feira, 14 de junho.

A paralisação foi convocada pelas principais centrais sindicais do país contra a Reforma da Previdência e em Defesa da Educação Pública.

Trabalhadores de todas as categorias, movimentos sociais, ativistas e estudantes cruzarão os braços, em todo o país, contra as medidas do Governo Federal, de tentativa de desmonte da Previdência Social e de cortes que podem inviabilizar o ensino público, gratuito e de qualidade.

Programação em Dourados

Em Dourados, sindicatos e demais entidades, por meio do Comitê Regional de Defesa Popular, realizam dois atos na próxima sexta. Às 8 horas, os manifestantes se reunirão na Praça Antônio João, para panfletagem e diálogo com a população sobre as pautas do movimento.

Às 14 horas, trabalhadores se concentrarão na frente do INSS de Dourados (agência da Previdência Social), localizada na Avenida Weimar Gonçalves Torres, 3183-3247. De lá, educadores e demais categorias iniciam grande ato com passeata pelo centro.