UNIGRAN é destaque em concurso de TCCs do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do MS

-

A UNIGRAN foi destaque no 1º Concurso de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) das Instituições de Ensino Superior de Arquitetura e Urbanismo do Mato Grosso do Sul, realizado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU/MS. Os acadêmicos da Instituição ficaram entre os 12 melhores, entre 26 participantes.

O coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, Márcio de Melo, explicou que o CAU entrou em contato com a Instituição, divulgando o concurso, então eles escolheram cinco trabalhos, de 84 apresentados no fim do semestre, para enviar.

Os estudantes precisaram adaptar os TCCs, já que eles deveriam enviar quatro pranchas A2 para o concurso e a UNIGRAN determina a apresentação de cinco durante o trabalho. Assim, os formandos ficaram entre os 12 melhores, sendo que Thiago de Sena Cardozo conquistou a 3ª posição, com 10 décimos de diferença do primeiro colocado (8,65), Vinicius Poletti Santana a 5º colocação (8,47), Aline Yoshie Fukuda o 8º lugar (8,23) e Thais de Souza Batista a 12º posição (7,95).

Thiago apresentou a ‘Oficina Musical – Um espaço de prática e aprendizado musical para Juti/MS’. Ele aponta que o projeto nasceu a partir de sua experiência no município, onde sentiu a carência de espaços destinados ao ensino e à prática de música.

O formando comemorou a colocação no concurso e ressaltou a importância da premiação, devido à trajetória percorrida durante todo o curso. “A importância é muito grande, pois mostra que todo trabalho que se faz com empenho e dedicação pode ter seus frutos colhidos. Ter o reconhecimento por um trabalho feito para a cidade que nasci e vivo até hoje, ligado à uma das minhas maiores paixões, que é a música, é muito gratificante”, ressaltou.

Ele ainda relacionou a sua conquista com o conhecimento adquirido na graduação. “Muito do conhecimento que tenho, obtive com todos os professores da UNIGRAN. Cada um contribuiu grandemente para a minha formação. Fica o meu agradecimento especial ao meu orientador Newerson, que me acompanhou durante esse último ano, e é peça-chave no desenvolvimento desse trabalho”, mencionou.

O coordenador do curso acrescentou que o resultado é uma somatória de esforços da Instituição, que tem se adaptado e evoluído para formar um profissional destaque, com o empenho dos acadêmicos. “É o resultado de cinco anos de desenvolvimento, de metodologia, mudanças de currículo, adaptações do curso, em relação ao que acontece hoje no Brasil e até no mundo, desde temáticas até representações gráficas, metodologias projetuais, interdicisplinaridade. Para nós, verificar estes bons resultados significa que estamos formando bons projetistas, mas que atrás destes projetos vem toda a teoria de todo o projeto pedagógico, de todas as disciplinas, que estão ajudando a dar embasamento”, ressaltou.

A premiação acontece na sexta-feira, 17, às 19h, na Galeria de Vidro da Esplanada Ferroviária, em Campo Grande. Os trabalhos dos 26 acadêmicos ficarão expostos, no mesmo local, até o dia 20 de dezembro.