UNIGRAN realiza Jornada Acadêmica de Psicologia com o tema ‘Práticas e Saberes’

-

A UNIGRAN promoveu, nos dias 2 e 3 de junho, a XVIV Jornada Acadêmica e VIV Mostra Científica de Psicologia, com o tema ‘Práticas e Saberes’. O evento buscou ampliar o conhecimento dos acadêmicos e profissionais, nos mais diversos segmentos, mostrando que a área está em constante transformação.

A coordenadora do curso, Ticiana Araujo da Silva, reafirmou o objetivo do evento, assegurando que os acadêmicos saíram da Jornada com outro olhar sobre a profissão. “Há uma pluralidade tão grande na teoria que, somente a graduação, não contempla. Então, estas oportunidades e possibilidades que nós temos de, dentro desses eventos, convidar profissionais que venham trazer a sua prática, o seu trabalho aliado ao seu campo teórico, são importantes para que os alunos conheçam essa realidade. Complementa aquilo que a gente chama de aprendizado global, em relação a profissão do psicólogo”, descreveu.

Ticiana ainda apontou que o tema da Jornada foi escolhido devido ao período pós-pandêmico, que ocasionou diversas mudanças na profissão. “Quais são as transformações que aconteceram na Psicologia e o que está sendo feito a partir disso?”, indagou a coordenadora.

“Estamos interessados em saber o que essas pessoas, dentro dos mais diversos contextos da Psicologia, têm feito, quais são os efeitos da pandemia no trabalho dela e como é que elas estão conseguindo solucionar, digamos assim, esses déficits ou essas dificuldades que a pandemia nos trouxe”, completou Ticiana, sobre a participação de profissionais no evento.

Entre os profissionais convidados, estava a psicóloga Taís Chiodelli, que ministrou palestra sobre ‘Fatores de risco e proteção ao desenvolvimento infantil na primeira infância’. Em sua fala, ela explicou sobre os fatores, biológicos ou ambientais, que pode impactar no desenvolvimento da criança, aumentando a probabilidade de atrasos ou dificuldades.

A psicóloga afirmou o quão importante é, para o profissional, saber identificar estes fatores de risco. “É importante saber sobre estes fatores de risco, porque irá auxiliar na nossa prática e, quando forem identificados, saberemos como devemos atuar, no sentido de promover o desenvolvimento da criança. Então, isso vai perpassando a nossa prática”, ressaltou.

Taís ainda exaltou a organização de eventos para acadêmicos, apontando que eles “fazem a diferença”, pois o futuro profissional precisa aprender sobre diferentes temas e a Jornada traz esta oportunidade até eles. “A gente fala de desenvolvimento infantil, mas podemos falar também de vida adulta, de velhice, de clínica, de psicologia escolar, enfim, este é o momento dos acadêmicos entrarem em contato com o que existe na Psicologia, das diferentes possibilidades de atuação, ter um conhecimento a respeito disso e enriquecer mesmo a formação”, concluiu.

Na programação da Jornada Acadêmica, ainda foi realizada a Mostra Científica de Psicologia, em que os acadêmicos tiveram contato com a pesquisa. Mais de 100 alunos do curso foram envolvidos, produzindo e apresentando mais de 60 trabalhos que abordaram diversos temas como autismo, pandemia, saúde mental e educação.

Profissionais de várias áreas ministraram oficinas e minicursos para os acadêmicos.(Foto: Divulgação)