Foto – divulgação

O Sindicato dos Trabalhadores na Construção Pesada de Mato Grosso do Sul (SINTICOP-MS) prevê no primeiro trimestre deste ano a geração de até três mil vagas no estado em obras de infraestrutura, tendo como principal empreendimento a construção da ponte no rio paraguai na cidade de Porto Murtinho. “O governo do estado já sinalizou que vai lançar um pacote de obras em março com investimento de R$ 3 bilhões, o que vai alavancar o setor da construção e geração de empregos”, afirma Walter, que também está otimista com a retomada de obras na BR-163 com nova licitação para dar continuidade ao processo de duplicação iniciado em 2014.

Hoje, O Sinticop-MS representa cerca de cinco mil trabalhadores em obras de infraestrutura. A categoria está em campanha salarial, por isso realizou nesse domingo, (03), a Assembleia Geral com os trabalhadores para definir as principais reivindicações. A Assembleia foi na sede do Sindicato em Campo Grande na rua Vicente Solari, 67, Vila Bandeirante.

Na Assembleia, os trabalhadores aprovaram o pedido de reajuste salarial com ganho real; a manutenção de todos os benefícios existentes; e o custeio sindical, recurso necessário para manter as ações do Sinticop em defesa da categoria. O custeio sindical é descontado em folha de pagamento dos trabalhadores e repassado pelas empresas ao Sindicato.

Por lei, a Assembleia se torna permanente até a finalização das negociações. A data-base da categoria é o mês de março. “O próximo passo é entregar a pauta de reivindicações para os patrões para fecharmos o acordo o mais rápido possível”, explica Walter.