Foto: Divulgação/COB
    Em função do agravamento da pandemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19), que já infectou, de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde, mais de 2,5 mil pessoas no país, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou, na noite desta quarta-feira (25.03), o cancelamento das etapas regionais dos Jogos Escolares da Juventude 2020, previstas para o mês de setembro.

A entidade organizadora avaliará, nos próximos meses, a realização da fase nacional da competição, marcada inicialmente para novembro. Vale lembrar que Campo Grande, por meio do Governo do Estado, via Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), candidatou-se para sediar esta última etapa, reunindo atletas de todas as unidades federativas do país. A capital de Mato Grosso do Sul recebeu visita técnica do COB entre os dias 3 e 5 de março.

“Cancelada as fases regionais, trabalharemos internamente para analisar diferentes cenários que possam viabilizar a realização da etapa nacional no final do ano”, diz Kenji Saito, gerente executivo de Desenvolvimento Esportivo do COB. “A confirmação da realização da fase nacional dos Jogos Escolares da Juventude acontecerá até o final de junho, sem nunca abrir mão da segurança dos nossos jovens e do respeito às determinações das autoridades competentes”, completa.

Os Jogos Escolares da Juventude recebem anualmente mais de sete mil alunos-atletas de todas as regiões do Brasil, além de treinadores, árbitros, oficiais e o Comitê Organizador, reunindo mais de oito mil participantes, considerando as fases regionais (setembro) e a nacional (novembro).

“Estamos acompanhando diariamente a mobilização nacional no combate à COVID-19, que precisa ser o grande objetivo no momento. Seguiremos em contato frequente com as Confederações e com os Estados, que são grandes parceiros e responsáveis, junto ao COB, pelo sucesso dos Jogos Escolares da Juventude, para avaliar todas as possibilidades”, afirma Saito. “Os Jogos Escolares são um evento de grande relevância esportiva no desenvolvimento de jovens atletas e na formação integral dos alunos-atletas que participam das competições e das ações sócio educativas proporcionadas pelo COB”, finaliza.

Mato Grosso do Sul participa da Regional Amarela, nas modalidades coletivas (vôlei, futsal, handebol e basquete), junto a outros sete Estados brasileiros: Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Em 2019, a delegação sul-mato-grossense, composta 163 atletas de 15 equipes, obteve mais de 80% de aproveitamento, assegurando-se como o Estado que mais conquistou medalhas. Ao todo, Mato Grosso do Sul garantiu sete vagas à fase nacional, realizada em Blumenau-SC. Foram 12 medalhas,  sendo quatro de ouro, duas de prata e seis de bronze.

Os Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul, a etapa classificatória estadual da maior competição escolar da América Latina, nas faixas etárias de 12 a 14 e 15 a 17 anos, ainda terá data definida pela Fundesporte. Todos os procedimentos visando a qualidade de vida, bem-estar e saúde dos nossos alunos-atletas são levados em consideração neste momento de epidemia viral.