Governador assina convênio de apoio ao laço comprido em Mato Grosso do Sul

-

Na solenidade, assinarão o convênio o governador Reinaldo Azambuja, junto ao diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, e o presidente da Federação de Clubes de Laço, Pompilio Cabral Junior. Estarão presentes também representantes de todos os clubes da modalidade esportiva.

Proveniente do Fundo de Investimentos Esportivos (FIE-MS), o recurso será utilizado nos eventos realizados pela entidade no estado, com aplicação na estrutura para as competições (tendas, palcos, arquibancadas, grades de contenção, sonorização e etc.) e aquisição de premiação (troféus, medalhas e fivelas condecorativas). O convênio tem validade de 11 meses, a contar de janeiro de 2022.

O diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, destaca que o laço comprido é uma das modalidades que mais movimenta a economia no estado e valoriza a cultura regional. “É um esporte que tem a cara de Mato Grosso do Sul, reúne competidores de todas as partes do estado e também de fora, além de mobilizar familiares e amigos em todos os eventos realizados, e é capaz de movimentar a economia de diversos municípios”. Para o ano que vem, 33 competições estão previstas no calendário.

O Governo do Estado é parceiro da entidade e já investiu R$ 480 mil na construção de vestiários, galpões e barracões do Parque do Laçador, na capital. O espaço foi concluído em 2018. A entidade que administra a modalidade em Mato Grosso do Sul ainda foi beneficiada com a doação da área onde está o Parque e recursos para a construção de uma pista de laço (150 m x 40 m) e arquibancadas.

O governador Reinaldo Azambuja já confirmou também que fará a obra de cobertura da pista do Parque, como mais um incentivo ao esporte. A Federação só deve enviar o projeto à Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

VEJA TAMBEM