Depois de uma investigação que durou um ano, a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai conseguiu desarticular um esquema de tráfico de drogas que trazia cocaína da Bolívia e distribuía para o Brasil e outros países. Na tarde de ontem e na madrugada desta terça-feira (27) os agentes atacaram o núcleo da organização e apreenderam 388 quilos da droga em uma pista clandestina na cidade de Sargento José Félix López, onde até um helicóptero foi usado para interceptar a aeronave que trazia a cocaína. Os traficantes abandonaram a droga e acabaram fugindo abandonando o entorpecente.

Nesta madrugada os agentes estiveram em pelo menos quatro endereços em Pedro Juan Caballero onde prenderam os paraguaio Basilicio Cabrera Vera de 45 anos e Marcos Antonio Flores Esquivel de 33 anos. Esquivel atirou contra os policiais no momento da abordagem mas ninguém ficou ferido. Com ele foi apreendia um pistola 9 milimetros.

De acordo com a direção da SENAD, o líder do grupo já foi identificado mas ainda não foi preso. Ele é acusado de movimentar uma grande quantidade de cocaína nos últimos meses. Somente durante as investigações contra a quadrilha foram apreendidas mais de três toneladas da droga. Somente durante a Operação Poláris em fevereiro deste ano foram 2.980 quilos em Iby Yaú.