O avião foi completamente destruído pelo fogo.(Foto: Divulgação)

Uma pessoa morreu calcinada na queda e explosão da aeronave  em consequência da queda de aeronave experimental RV-10, matrícula PT-ZAH, em território paraguaio. O sinistro ocorreu no pasto da Estância Karaí Mbarete, localizada a 95 km da área urbana de Bahía Negra.

O sinistro foi comunicado por um funcionário da propriedade por volta de 20h30 desta terça-feira. Policiais paraguaios acompanhado pelo procurador-geral adjunto Andrea Suárez e o Dr. Rex Giovanni Gallagher, da Unidade de Promotoria Criminal de Fuerte Olímpo, foram ao local.

As autoridades constataram que o avião está completamente queimado, além de um corpo humano totalmente calcinado. Inicialmente, as autoridades do Paraguai definem que a aeronave não transportava passageiro ou carga, pois apenas um corpo foi encontrado e com um único assento que corresponderia ao piloto do avião. Uma constatação inicial, é que a aeronave possui dois registros brasileiros, um registro a ponta como proprietário e operador, Boris Alecsander Makowick-ME, do Estado da Bahia e outro, em nome de Remi David Cassini Neto, como proprietário e operador da aeronave.