Confronto entre força-tarefa paraguaia e criminosos deixa três mortos na fronteira

-

Segundo a polícia, o caso tem ligação com uma organização especializada em extorsões contra fazendeiros e comerciantes

Um confronto envolvendo a FTC (Força-Tarefa Conjunta) do Paraguai e membros de um grupo criminoso, no Departamento de Amambay e, nas proximidades de Bela Vista, no Mato Grosso do Sul, deixou três pessoas mortas. Nenhum policial ficou ferido.O caso foi confirmado pelo porta-voz da FTC, coronel Luis Apesteguía, que informou que os três criminosos mortos não têm ligação com sequestradores do EPP.

Segundo ele, a investigações apontam o envolvimento deles com uma organização especializada extorsões de fazendeiros e comerciantes.A operação aconteceu entre as colinas de Memby e H? e contou com a colaboração do Departamento de Polícia Antissequestro, cinco pessoas foram presas e nenhum policial ficou ferido. Segundo as autoridades, o caso é antigo e já estava sendo apurado.

O coronel, segundo informações do ABC Color, descartou que este grupo criminoso tenha ligações com os sequestradores do EPP (Exército Popular Paraguaio), grupo guerrilheiro. Segundo Apesteguía, ao que parece, os criminosos alegaram fazer parte desse grupo criminoso para extorquir dinheiro de suas vítimas. “Não tem relação com esses grupos ideológicos. Em alguns setores, há informações de que tentaram se passar por esses grupos”, disse o coronel, ressaltando eles manejavam armas de grande calibre.

VEJA TAMBEM