Coronel do Departamento de Operações de Fronteira, Kleber Haddad Lane. (Foto: Helio de Freitas / Campo Grande News)

Informalmente os policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) envolvidos no suposto sumiço dos irmãos Rodnei Campos dos Santos, de 27 anos e Ednei Bruno Ortiz Amorim, de 20 anos, disseram que os jovens foram liberados após a abordagem. Eles estão desaparecidos desde o último sábado (12).

De acordo com o coronel do DOF, Kleber Haddad Lane, os jovens não chegaram a ser presos e foram liberados pouco tempo após a abordagem.

Um vídeo de uma câmera de segurança de um frigorífico que fica na MS 164, contesta a afirmação dos policiais. As imagens mostram a viatura do DOF seguindo em direção do distrito da Nova Itamarati e logo atrás o VW Golf, que possivelmente seria dos jovens.

O carro que os rapazes usavam foi encontrado abandonado na tarde de quarta-feira (16) em Pedro Juan Caballero, a poucos metros da Linha Internacional.

Um manifesto organizado por familiares e amigos de Rodinei e Ednei foi realizado na noite desta quinta-feira (17). Eles caminharam por ruas de Ponta Porã e pediam por justiça.

O DOF instaurou um Inquérito Policial Militar e afastou os policiais que trabalharam na região no dia do desaparecimento dos dois. O caso é investigado pela DEH (Delegacia Especializa de Repressão aos Crimes de Homicídios) de Campo Grande.

Veja o vídeo: