Parte do grupo detido na manhã desta quinta-feira. (Foto:Divulgação)

Policiai que participam de uma operação nesta quinta-feira (7) contra integrantes de uma grupo criminoso que seria liderado por Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, o Minotauro, teriam descoberto uma central de monitoramento clandestina, os membros da organização acompanhavam em tempo real toda a movimentação em boa parte de Pedro Juan Caballero.

De acordo com a agentes fiscal da Polícia Nacional do Paraguai, Alicia Sapriza, até o trabalho da polícia era alvo das câmeras de segurança instaladas em pontos estratégicos. “Eles acompanhavam toda a movimentação da população e principalmente dos organismos policiais”, disse ela.

A operação deflagrada nesta manhã já prendeu 16 pessoas, armas, celulares, munições e diversos carros e motos. Todos os envolvidos estão sendo levados para a sede da Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero. Sete locais foram alvos dos policiais.