Cachorrão foi preso nesta sexta-feira em Pedro Juan Caballero.(Foto: Divulgação)

Policiais de Pedro Juan Caballero prenderam nesta sexta-feira (1) Waldemar Pereira Rivas, o Cachorrão. Ele é apontado como o mandante e um dos executores do assassinato do jornalista Léo Veras, morto na noite do dia 12 de fevereiro deste ano.

Veras estavam em casa com a família quando pelo menos três pistoleiros chegaram no local e atiraram contra ele. Léo ainda tentou fugir dos assassinos, mas foi alcançado e morto com vários tiros.

O crime chocou os moradores de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero onde ele trabalhava como repórter policial. Desde o dia do crime organismos de Direitos Humanos internacionais vem cobrando das autoridades paraguaias uma solução para o crime a prisão dos responsáveis.

Ainda neste final de semana a Polícia Nacional do Paraguai deverá dar informações sobre a prisão de Cachorrão e qual a participação dele no crime.