Cavalo foi morto com pelo menos cinco disparos de calibre 38. (Fotos: Léo Veras)

Mais uma pessoa foi assassinada em Ponta Porã aumentando ainda mais a estatística da criminalidade nas cidades fronteiriças entre o Mato Grosso do Sul e o Paraguai.

Na noite desta terça-feira (10) Cristian Dário Pinazo Rodriguez de 32 anos, conhecido como “Cavalo”, foi morto com pelo menos cinco tiros de uma arma calibre 38. O crime aconteceu em frente ao prédio em construção da Faculdade Pacífico na rodovia MS 164, saída para Antonio João no bairro São Vicente de Paula ao lado da Linha Internacional.

Com várias passagens pela polícia, Cavalo estava sem documentos e em um dos bolsos dele foi encontrado uma receita médica, uma faca, um capacete e algumas caixas de medicamentos.

Moradores da região disseram que apenas ouviram os disparos e quando saíram de suas casas para ver o que tinha acontecido encontrado a vítima caída.

Segundo pessoas ligadas ao setor de segurança pública, a execução estaria ligada ao passado de Cristian que era acusado de vários delitos na região.