Presidente da Fundesporte chefiará delegação do Brasil na maior competição escolar do mundo

-

O diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, foi convidado pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) para ser chefe de delegação do futebol feminino do Brasil nos Jogos Mundiais Escolares (Gymnasiades) Sub-15. A maior competição escolar do mundo vai ocorrer entre 11 e 19 de setembro, em Belgrado, na Sérvia.

wrestling (luta olímpica), nos gêneros masculino e feminino, será a outra modalidade que terá participação verde e amarela no evento organizado pela Federação Internacional de Esporte Escolar (ISF, na sigla em inglês). Ao todo, serão 14 esportes, com participação de aproximadamente 1.500 alunos-atletas de 13 a 15 anos, de 35 países.

O titular da Fundesporte embarca nesta quarta-feira (8) rumo a São Paulo, onde se reunirá com os demais membros delegação. Na capital paulista serão realizados testes exigidos pela comunidade europeia e na quinta-feira (9) a equipe brasileira segue para a Sérvia. O retorno ao Brasil será em 20 de setembro.

O convite ao diretor-presidente Marcelo Ferreira Miranda foi feito pessoalmente pelo presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, que visitou Campo Grande (MS), entre os dias 20 e 22 de agosto, para prestigiar etapa dos Jogos Escolares de Juventude de Mato Grosso do Sul. “Verificamos uma excelência na execução dos Jogos. O Marcelo demonstra claramente uma liderança, com uma equipe muito bem afinada. Todos os detalhes foram muito bem ajustados e, no nosso entendimento, o presidente da Fundesporte agrega muito valor à CBDE”, pontua Hora Filho.

“Além de chefiar o futebol feminino, o Marcelo também levará conhecimentos de administração e organização esportiva, como forma de contribuir na realização dos Jogos Mundiais. Será um intercâmbio de conhecimentos, trazendo para o Brasil e para Mato Grosso do Sul conceitos de modernização e ideias que possam agregar valor ainda mais aos eventos realizados no estado”, completa o dirigente da CBDE.

Para Miranda, a convocação é consequência do trabalho de qualidade e comprometimento adotado em Mato Grosso do Sul desde 2015. “É uma honra ter sido convocado, fruto de um trabalho sólido do Governo do Estado, que trata o esporte como política pública essencial. É um desafio que encaro, primeiro, em retribuição a essa confiança. E, segundo, como aquisição de experiências para conseguir melhorar mais ainda os nossos eventos e a gestão da Fundesporte. Vai ser uma experiência única, que espero compartilhar com meus colegas, trazendo novidades para o estado”, frisa.

“Também é um reconhecimento, não do meu trabalho, mas do que é feito em Mato Grosso do Sul. Divido esse mérito com a equipe comprometida da Fundesporte, que cada dia quer fazer melhor e isso que está colocando Mato Grosso do Sul em evidência”, finaliza Miranda.

A seleção brasileira de base promete agitar a Sérvia, que em 2019 foi palco do primeiro título mundial do desporto escolar nacional com o futebol. Agora, a expectativa é que o Brasil repita o bom desempenho das últimas edições do mundial e possa trazer novas medalhas.

VEJA TAMBEM