Açougueiro mata mulher a facadas e fica quatro dias com cadáver na casa

-

Inácio Pessoa Rodrigues, açougueiro de 47 anos, autor confesso da morte da esposa Luciana Carvalho (45), segue preso na DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) onde foi autuado em flagrante. Ele deve ser encaminhado ainda hoje para audiência de custódia.

Conforme confissão de Inácio, ele matou a mulher na noite de quinta-feira (28), durante uma briga em que segundo ele, a mulher se negava lhe dizer a senha do celular. Após o crime ele manteve o cadáver na casa onde se manteve normalmente até o corpo ser achado na noite desta segunda-feira (1), após vizinhos estranhar o sumiço da mulher e sentirem forte odor na residência localizada na Avenida Júlio de Castilho, bairro Silvia Regina em Campo Grande.

O crime foi constatado quando um vizinho acionou o proprietário da casa e quando entraram encontraram Luciana morta na cozinha junto ao botijão de gás e acionaram a Polícia Militar. A mulher cujo corpo já estava em decomposição, teria sido morta com quatro golpes de faca, o que será definido por legistas do IMOL.

O autor do crime foi preso por policiais militares da 5ª Companhia quando passava tranquilamente pela frente da casa observando a movimentação. Ele ainda tentou fugir, mas foi contido e preso em flagrante e confessou o crime.