Acusado de assalto em Ponta Porã é vítima de atentado na Capital

-

O homem foi levado em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande.(Foto: Reprodução)

Pistoleiros que estavam em um Fiat Toro tentaram matar na tarde desta quarta-feira (2) em Campo Grande, Edilson dos Anjos de 32 anos. Ele deixava o Instituto Penal da Capital quando foi vítima do atentado.

Ferido na barriga, nas costas e em um dos braços e foi encaminhado em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande. Ele estava preso desde setembro quando teria participado de um assalto a uma empresa em Ponta Porã e com a ajuda de comparsas fugiu da fronteira, mas houve uma perseguição com o uso até de helicóptero e ele outros marginais acabaram presos em um posto de combustíveis pela Polícia Rodoviária Federal.

Edilson Rodrigues estava com o alvará de soltura na mão quando foi alvejado. Uma mulher de 22 anos e uma criança também ficaram feridas, mas não correm risco de morte.

VEJA TAMBEM