Adolescente de 14 anos teria matado irmão de 2, asfixiado acidentalmente

-

A Polícia Nacional do Paraguai localizou e prendeu agora pouco o adolescente de 14 anos, acusado de matar o irmão de apenas 2 anos. Ele está custodiado e sendo ouvido na 7ª Comissaria do Jardim Aurora em Pedro Juan Caballero. O adolescente circulava visivelmente desnorteado em uma bicicleta por ruas de Pedro Juan Caballero. Um casal o reconheceu e acionou a Polícia Nacional que o capturou.

Para ministério público do Paraguai, o adolescente matou o próprio irmão, menino de dois anos encontrado morto ontem em Pedro Juan Caballero. A procuradora do caso, Reinalda Palácios, garantiu hoje que, de acordo com as informações levantadas até o momento, teria sido seu irmão de 14 anos quem acidentalmente cometeu o homicídio. O adolescente fugiu de casa, segundo a agente do Ministério Público, a partir de imagens em circuito fechado.

A morte foi constatada na noite de ontem (1º) quando a mãe encontrou o menino morto por volta de 17h na casa da família em Pedro Juan Caballero. A informação causou comoção nacional devido às circunstâncias. No banheiro da casa foi encontrado um bilhete que dizia: “Sinto muito, seu filho viu algo que não deveria ver.” A procuradora do caso, Reinalda Palácios, disse nesta quinta-feira (2) em conversa com o Portal ABC, que a caligrafia do bilhete seria do irmão do menino. Ambos costumavam ficar sozinhos em casa enquanto a mãe trabalhava para sustentar sua família.

Palácios suspeita que a morte do menino de dois anos tenha ocorrido acidentalmente, enquanto os dois brincavam dentro de casa. Até agora, o status do jovem de 14 anos o classificava como desaparecido, disse o promotor. “Ontem vários cadernos foram apreendidos por se suspeitar que seja a sua caligrafia (do adolescente de 14 anos)”, relatou o agente, detalhando que o adolescente poderia ser visto saindo de casa em determinado horário do dia para alugar uma bicicleta e depois desapareceu. Segundo os vizinhos do local, os dois irmãos foram vistos pela manhã jogando bola. Ainda conforme os vizinhos, os irmãos foram vistos entrando na casa e a partir daí o menino de 2 anos não foi mais visto.

Sufocado

“O menino sufocou. Traços de outra lesão não tem. Se foi acidental ou voluntário, é o que precisamos saber. Até o momento, a hipótese é que possa ser acidental”, explica Palácios. O médico encarregado de fazer a inspeção preliminar do corpo do menino comentou ontem que a provável causa da morte é asfixia, embora o corpo não registre lesões externas que dêem indícios de estrangulamento com as mãos ou enforcamento. O médico especulou que a morte poderia ter sido devido a asfixia acidental. A autópsia estimou que a morte do menino ocorreu entre 13h e 14h.

VEJA TAMBEM