Três do quatro envolvidos no latrocínio foram apresentados ontem. (Foto: Reprodução)

A Polícia de Mato Grosso vai recambiar ainda hoje os dois casais presos pela Polícia Militar de Cacoal, em Rondônia, para onde fugiam após assaltar e executar o casal Tinho e Rose Lechuga, crime ocorrido nesta quinta-feira (23) em Aripuanã, Mato Grosso. Tinho e a esposa haviam se mudado recentemente de Coronel Sapucaia para a cidade de Rio Branco de MT onde compraram uma propriedade rural.

O corpo de Tinho foi o primeiro a ser localizado margem do Mirante Salto das Andorinhas, um dos principais pontos turísticos de Aripuanã. Rose teve o corpo encontrado horas depois distante do marido.

A polícia ainda não divulgou as identidades dos dois homens e das duas mulheres presas, apontados autores do crime.

Os criminosos, conforme o site Notícias 190, foram localizados e presos após a Polícia Militar localizar a caminhonete Hilux do casal, em um lava-jato no Bairro Texeirão em Cacoal. Dois homens foram presos no local e as mulheres em outro local e a polícia ainda caça outros envolvidos. Além da Hilux, os quadrilheiros roubaram uma S-10 da família.