O artefato foi detonado por policiais do BOPE. (Foto: Divulgação)

Há cerca de quatro décadas, a Petrobras lançou o programa “O Petróleo é Nosso”, quando foram realizadas diversas ações de pesquisa para exploração de petróleo. Em Mato Grosso do Sul, uma das áreas estava na região de Fátima do Sul, Vicentina, Jateí e Glória de Dourados.

A pesquisa consistia em fazer a prospecção do solo, com estouro de detonação de bombas nas áreas rurais daqueles municípios. Eram utilizadas cápsulas de plásticos, parecidas com a que foi encontrada na semana passada e detonada anteontem.

A detonação gerou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, onde o homem que encontrou o artefato foi buscar ajuda. O nome dele não foi revelado. Os policiais foram até o local e isolaram a área ao redor do pequeno barranco, aguardando a chegada da equipe técnica.

De acordo com o site “MS News”, moradores encontraram artefatos explosivos em Vicentina, Jateí e Fátima do Sul em outras ocasiões, nos últimos anos. Conforme reportagem do site, “os objetos foram utilizados pela Petrobras na mineração e sondagem do solo para a prospecção de petróleo, aproximadamente, 40 anos atrás, na região”.

O Boletim de Ocorrência informa que a detonação foi acompanhada por dois técnicos da Petrobras, Cláudio Luiz Leite Viana e Joseilton Silva Lima.