O casal foi preso acusado de porte de arma e tráfico de drogas. (Foto: Adilson Domingos)

A partir de abordagem realizada pela Polícia Civil em Laguna Carapã, onde dois indivíduos moradores de Coronel Sapucaia, cidade na fronteira com o Paraguai alegaram ter ido a Dourados vender uma pistola Glock, calibre 9 milímetros, equipe do Setor de Investigações Gerais – SIG passou a realizar diligências para identificar para quem a arma de fogo de uso restrito havia sido vendida em Dourados.

Com isso, no final da tarde dessa sexta-feira (28), em uma casa localizada na Sitioca Campina Verde, o SIG confirmou a alegação e apreendeu a pistola. Além da arma, atualmente preferida por pistoleiros da fronteira por conta de seu grande poder de fogo e destruição, os investigadores apreenderam no local 30 quilos de haxixe, subproduto da maconha que possui alto valor de mercado.

Foram presos Gabriela Codrignani Nunes, 22 anos, moradora da casa, cujo marido encontra-se preso e Carlos Felipe Ribeiro, 28 anos, o “Barba”, indivíduo responsável por levar a arma e a droga até o local da apreensão.