A droga estava sendo transportada em meio a carga de milho. (Foto: Adilson Domingos)

A Polícia Rodoviária Federal fez na manhã desta quarta-feira (7) mais uma grande apreensão de maconha. Em uma carreta que estava sendo acompanhada por um helicóptero da instituição foram encontrados centenas de fardos da droga em meio a uma carga de milho.

De acordo com as informações os homens do Grupo de Patrulhamento Aéreo faziam um trabalho na região entre Ponta Porã e Maracaju quando notaram que um motorista de uma carreta tinha parado em uma borracharia às margens da BR 267, próximo ao distrito de Vista Alegre.

Os policiais pousaram nas proximidades e notaram que havia alguma coisa errada, já que o motorista identificado como Ademir Zanunes Rodrigues de 42 anos, estava muito nervoso e não dava informações corretas sobre o trajeto que iria fazer para levar a carga até o porto Santos, no litoral paulista.

Com ajuda de outros policiais rodoviários que estavam na região, foi feita uma vistoria na carga e os fardos de maconha foram descobertos. Ademir confessou que estava recebendo certa quantia em dinheiro para levar a maconha de Ponta Porã até Santos.

Com ele os policiais encontraram cerca de R$ 6.500 escondidos na cueca, que era parte do pagamento pelo transporte. O restante ele receberia quando chegasse no destino final do entorpecente.

A carreta com o milho e a maconha foi trazida para Dourados, onde o cereal foi descarregado em uma cerealista no distrito de Indápolis e agora a droga será pesada. Segundo informações a droga deve pesar em torno de uma tonelada.