A ação policial resultou da integração da Operação Hórus entre forças da Segurança Pública na Fronteira. (Foto: Divulgação)

Mesmo com as autoridades paraguaias insistindo que a fronteira com o Mato Grosso do Sul está fechada para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, os traficantes continuam agindo livremente e para eles não existem barreira ou fiscalização do lado paraguaio. Diariamente grandes volumes de droga são apreendidos pela polícia brasileira.

Nesta segunda-feira (4) um grande carregamento foi por forças policiais que agem em conjunto contra o crime organizado. Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), da Polícia Federal e da Polícia Militar, apreenderam um caminhão Mercedes Benz 1113, de cor branca e placas falsas de Naviraí carregado com oito mil e 500 quilos de maconha.

Os policiais realizaram um patrulhamento ostensivo na Rodovia MS-180, região de Itaquiraí, momento em que visualizaram o caminhão que seguia pela rodovia tendo um veículo Fiat Palio à sua frente. No momento da abordagem, o condutor e passageiro do Fiat Palio tentaram fugir, mas foram abordados pelos policiais. Dois ocupantes do caminhão também tentaram fugir, porém, o condutor foi detido.

O caminhão estava carregado com grande quantidade de fardos do entorpecente, que pesaram 8.500 quilos. A comunicação entre os ocupantes do Palio e do caminhão era feito por rádios de comunicação instalados nos veículos. Os ocupantes do Fiat Palio foram contratados como batedores de estrada para repassar informações sobre a presença de policiais no trajeto.

O condutor do caminhão, um homem de 24 anos de idade, disse que trouxe o entorpecente de Capitan Bado, no Paraguai até Amambai, e de lá levaria o caminhão para Naviraí. O destino provável da droga seriam os Estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

A ocorrência foi registrada em entregue na Delegacia da Polícia Federal de Naviraí, onde os dois homens e uma mulher foram autuados em flagrante.