A queima está ocorrendo na fornalha de uma indústria e deve durar várias horas. (Foto: Adalberto Domingos)

A Delegacia Especializada em crimes de Fronteira a DEFRO de Dourados está realizando hoje a incineração de cerca de 40 toneladas de drogas, entre maconha, cocaína e skank – também chamada de super maconha.

Todo este entorpecente que está sendo destruído foi apreendido aqui na região de Dourados e é parte do que foi apreendido pelo Departamento de Operações de Fronteira, já que em alguns casos o entorpecente fica na própria cidade onde ocorre a apreensão.

A queima está ocorrendo na fornalha de uma indústria aqui do município e deve durar várias horas dado o volume de droga que será destruído.

De acordo com o DOF (Departamento de Operações de Fronteira), só no primeiro semestre de 2017, foram apreendidas mais de 66 toneladas de drogas. A maior apreensão é de maconha. Ao todo já foram retiradas de circulação somente este ano 169 toneladas de entorpecentes por todos os órgãos da Secretaria de Segurança Pública de MS. Essas apreensões desarticulam o esquema do tráfico de drogas, mas não acabam com o crime que continua acontecendo mesmo com toda a repressão.

No ano passado, de janeiro a dezembro, o Estado tirou de circulação 296 toneladas de drogas. Mato Grosso do Sul é considerado o principal corredor de drogas do Brasil.