Preso no final de semana em Ponta Porã, Edson foi transferido para Dourados. (Foto: Oswaldo Duarte)

Trazido para Dourados sob forte esquema de segurança em um helicóptero da secretaria de Justiça e Segurança Pública, Edson Barbosa Salinas de 32 anos, apontado como um grande traficante da fronteira, foi colocado em liberdade nesta quinta-feira depois de pagar fiança de cerca de R$ 40 mil.

Ele tinha sido preso na noite domingo (19), durante uma briga de trânsito na avenida Brasil em Ponta Porã por policiais militares de Campo Grande. Cogitou-se inclusive a transferência dele para um presídio federal depois que ele deixasse a Penitenciária Estadual de Dourados (PED).

Durante a audiência de custódia o juiz Marcelo Guimarães Marques, da 2ª Vara Criminal de Ponta Porã, determinou a soltura dele mediante fiança, já que apesar de várias acusações contra Salinas, ele não foi condenado por nenhum crime e por isso não deveria permanecer preso.

O cunhado de Salinas, Rodrigo Antunes Flores, também foi liberado após pagar fiança de R$ 40 mil. O juiz determinou as mesmas medidas cautelares para os dois. E eles terão que comparecer em juízo sempre que convocados, não poderão deixar o país ou portar arma de fogo.

Os dois pagaram as fianças estabelecidas e já retornaram para Ponta Porã onde responderão ao processo de porte de arma.