Durante encontro na Capital, deputado Barbosinha reforça ações por inclusão

-

Inclusão social. Essa foi a palavra de ordem no encontro realizado segunda-feira (1) à noite no escritório político da coordenação de campanha do pré-candidato a governador Eduardo Riedel, em Campo Grande, da qual participaram ainda o pré-candidato a reeleição para deputado estadual Barbosinha e as pré-candidatas a deputada federal, Malu Fernandes e ao Senado, Tereza Cristina.


“Foi a oportunidade que a amiga Malu, minha chefe de Gabinete ao longo desses dois mandatos na Assembleia Legislativa, nos proporcionou para reiterarmos o compromisso com as políticas públicas de afirmação positiva às pessoas que enfrentam algum tipo de dificuldade e buscam o respaldo de inserção na sociedade”, definiu Barbosinha.


O deputado douradense, que tem lutado ao longo da vida pública para garantir os direitos das pessoas com necessidades especiais, destinando emendas parlamentares para entidades e buscando incrementar a legislação que assegura direitos, reafirmou o compromisso com as lideranças que se dedicam à causa.

 
“É preciso, continuar o bom trabalho para conscientizar a sociedade e os agentes públicos da importância da inclusão de todos para um mundo melhor e mais humanizado. [A ação da ‘Juliano Varela’, entidade criada por Malu em Campo Grande para acolhimento de pessoas especiais] Melhorou muito de alguns anos para cá, mas ainda precisamos lutar para quebrar barreiras, estimular reflexões sobre os direitos das pessoas com deficiência e conscientizar nossa sociedade sobre a importância da igualdade para todos os cidadãos”, pregou Barbosinha.


Na mesma linha de raciocínio, a deputada Tereza Cristina e o ex-secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, se comprometeram em trabalhar para reduzir distâncias nesse desafio “de forma a tornar mais iguais os diferentes”, assumindo a bandeira já empunhada por Malu Fernandes. “Penso que saímos desse encontro mais fortes, e nossas entidades e crianças que precisam da nossa ajuda mais esperançosas ainda”, analisou a organizadora da reunião.