Um adolescente de 16 anos morreu na tarde desta quarta-feira (11) de parada cardíaca depois de passar mal durante uma aula de robótica na Escola Estadual Floriano Viegas Machado, no Jardim Guanabara. Com histórico de problemas cardíacos, o estudante teve um marcapasso implantado recentemente.

Assim que ele começou a passar mal, a direção da escola acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e quando os socorristas chegaram o garoto estava desacordado. Foram feitas manobras de ressuscitação cardiopulmonar.

Segundo o SAMU foi usado inclusive o DEA (Desfibrilador Externo Automático), aparelho que faz um diagnostico automaticamente de algumas arritmias cardíacas leitais e libera automaticamente “choques” para reverter o quadro, mas isso não aconteceu.

Como o caso era gravíssimo, mais uma unidade de resgate foi acionada e mesmo com os esforços dos médicos e enfermeiros a morte foi constatada no local.

A direção da escola ainda não emitiu nenhuma nota sobre o ocorrido.