Marlon foi executado assim que saiu da residência. (Foto: Divulgação)

Mais um crime de pistolagem aconteceu em Ponta Porã, o terceiro caso nos últimos três dias. Marlon Martins de 38 anos foi executado depois que desconhecidos chegaram na casa dele na rua Areia Branca no Grande Marambaia e pediram para falar com ele. Quando ele saiu para tender os homens foi executado com diversos tiros.

Segundo informações ele estava na casa com a empregada e um bebê no momento da execução. A empregada domestica da residência ainda acionou o Corpo de Bombeiros, mas quando os socorristas chegaram Marlos já estava morto. Não há pistas dos pistoleiros.