Foi identificado como sendo Wagner Sebastião dos Santos Haak de 27 anos, o homem encontrado morto na manhã desta quinta-feira em uma mata rua Arapongas, no BNH IV Plano, em Dourados. O corpo apresentava sinais de espancamento estava enrolado com lençóis, com as mãos e os pés amarrados.

Wagner era fugitivo do Sistema Penal Semiaberto e tinha sido condenado por homicídio há cerca de seis anos quando teria matado uma mulher no distrito de Carumbé em Itaporã.

A polícia trabalha com a hipótese de que Wagner tenha sido executado pelo chamado “Tribunal do Crime” de uma facção criminosa e que a ordem para a morte dele teria partido de dentro da Penitenciária Estadual de Dourados (PED).

Peritos da Polícia Civil estiveram no local e disseram que o homem teria sido morto em outro local e “desovado” na rua Arapongas. O corpo foi levado para o Instituto Médico e de Odontologia Legal de Dourados.