Adelaide Prychodco Martins, de 81 anos, morreu na tarde desta terça-feira (5), vítima de capotamento da caminhonete dirigida pelo filho Demétrio Martins, 51 anos, e que ela era passageira. O acidente ocorreu no km 379 da BR-267, município de Maracaju. Demétrio sofreu ferimentos generalizados, mas não corre risco de morte.

Conforme os levantamentos da polícia no local do acidente, a caminhonete Nissan Frontier, placas QAC-9988/MS de Campo Grande, trafegava no sentido Jardim/Maracaju, quando teve o pneu traseiro direito estourado. Com o problema, o veículo ficou desgovernado, saiu da pista e capotou algumas vezes.

Embora Demétrio usasse cinto de segurança, o mesmo não ocorria com a mãe e no capotamento foi arremessada com violência. Socorristas do Corpo de Bombeiros chegaram a tentar reanima-la, mas Adelaide morreu no local. Quando os Bombeiros chegaram no local do acidente, Demétrio estava fora do veículo referindo dores, sendo socorrido ao hospital mais próximo.

No local, foi constatado vestígio de que o pneu estourou cerca de 100 metros do local onde a Nissan parou após a capotagem. Embora dependa de resultado de perícia, a suspeita é de que o pneu estava sem condições de segurança (careca) ou seria recapado, ficando totalmente dilacerado.