Bombeiros e agentes funerários tiveram dificuldades para resgatar o corpo.(Foto:Antonio Coca)

O corpo do indígena Nelson Velasques de 35 anos, foi encontrado por um homem e o filho dele que pescavam na tarde desta quinta-feira (23) no córrego Calarge entre o Condomínio Porto Madeiro e a Chácara Flora nas proximidades da Unigran em Dourados. Policiais militares foram acionados e depois comunicaram o caso para a Polícia Civil.

No local peritos constaram que Nelson levou pelo menos um golpe de faca no pescoço e a lamina ficou gravada no corpo dele. O cabo da faca foi encontrado a cerca de 20 metros de onde a vítima foi encontrada.

O delegado Gustavo Mussi ouviu no local a mãe e um irmão da vítima que disseram que ele era usuário de droga e álcool e constantemente se envolvia em brigas e que em certa ocasião a ex-mulher dele teria tentado mata-lo. Familiares disseram que a última vez que ele esteve na aldeia foi no dia 11 deste mês e que depois não foi mais visto com vida.

O local onde o corpo foi encontrado é de difícil acesso e os homens do Corpo de Bombeiros e os funcionários de uma funerário tiveram muita dificuldade para resgatar o cadáver que foi levado para o Instituto Médico e Odontológico (IMOL) onde vai passar por necropsia.