O jovem tinha se envolvido em uma briga um dia antes de ser assassinado. (Foto: Facebook)

Menos de 24 horas após se desentender com alguém em via pública, Ian Guilherme Bronzoni (23), o “Metralha” ou “Puro Ódio”, foi executado com vários tiros principalmente na cabeça, na noite desta segunda-feira (24), quando estava com um amigo adolescente no bairro Parque do Sol, em Campo Grande. Apontado pela polícia como liderança de facção criminosa na região sul da Capital, Ian foi morto por dois homens em motocicleta e que após os tiros fugiram em direção ao Bairro Dom Antônio e não foram localizados pela polícia.

Com antecedentes por tráfico, Ian era suspeito de atuar nos chamados “tribunais do crime. O irmão gêmeo, Iago Gustavo Bronzoni, conhecido como “Taurus”, está preso por participação em execução ordenada pela facção.

O crime

Consta que Ian e o amigo adolescente estavam na Rua Durando Pereira da Silva, no Parque do Sol, quando surgiram os dois homens na moto preta, sendo que o passageiro atirou atingindo Ian com vários tiros, a maioria na cabeça. Segundo o amigo de Ian, um dia antes eles tiveram desentendimento com um indivíduo conhecido como Breno, morador no Dom Antônio. Ian chegou a ser socorrido, mas não resistiu.