Militares da Força Nacional de Segurança Pública vão atuar em áreas de disputa por terras em Mato Grosso do Sul até agosto deste ano, conforme determina portaria do Ministério da Justiça publicada nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União. A atuação da Força será nas cidades de Caarapó e Dourados.

O documento estabelece um prazo de 180 dias contados a partir de hoje. O pedido foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja depois de serem registrados em Dourados, no dia 3 de janeiro, conflitos entre produtores rurais e indígenas. Em Caarapó, a Força Nacional atua desde 2016 em decorrência da morte de um indígena na disputa agrária.